Polícia Civil investiga apropriação indébita e possíveis fraudes no comércio em Muriaé

Operação 'Fraudator' é deflagrada pela Polícia Civil em Muriaé — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Operação ‘Fraudator’ é deflagrada pela Polícia Civil em Muriaé — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou nesta quarta-feira (14) a operação ‘Fraudator’ para investigar prática de apropriação indébita e possíveis fraudes no comércio em Muriaé. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em residências e um estabelecimento comercial.

Segundo a Polícia Civil, foram apreendidos nestes locais bolsas, dinheiro, equipamentos eletrônicos, documentos e outros objetos para averiguação. São investigadas a participação de três pessoas no caso.

Na última semana, policiais localizaram um container refrigerado, localizado em um clube recreativo na zona rural. As investigações apontam que os suspeitos da prática de apropriação indébita do container também estariam envolvidos em fraudes no comércio de Muriaé.

O titular da Delegacia de Defraudações, Fábio Correia do Nascimento, o container de vinte pés tem o valor aproximado de R$25 mil, era procedente de uma locação feita em Itaperuna, no Rio de Janeiro. Ele teria sido transportado para Muriaé e não foi mais devolvido ao proprietário. Essa primeira fase ocorreu após dois meses de investigações da equipe com apoio de outras unidades da 4ª Delegacia Regional de Muriaé.

As diligências seguem em andamento.

Container encontrado em zona rural de Muriaé faz parte das investigações da Operação 'Fraudator' — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Container encontrado em zona rural de Muriaé faz parte das investigações da Operação ‘Fraudator’ — Foto: Polícia Civil/Divulgação