Em pouco mais de um mês, América Latina passa de 100 mil para 200 mil mortes por Covid-19

O Brasil e o México concentram, juntos, 70% do número de mortes confirmadas pelo coronavírus na região.

Vista das covas no Cemitério da Cachoeirinha em São Paulo (SP), na tarde desta sexta-feira (31), durante a pandemia de Covid-19 — Foto: ROGÉRIO GALASSE/ESTADÃO CONTEÚDO

Vista das covas no Cemitério da Cachoeirinha em São Paulo (SP), na tarde desta sexta-feira (31), durante a pandemia de Covid-19 — Foto: ROGÉRIO GALASSE/ESTADÃO CONTEÚDO

O número de mortos na América Latina pela Covid-19 ultrapassou 200 mil na noite deste sábado (1º), segundo contagem da agência Reuters baseada em dados oficiais.

A marca foi alcançada após o Ministério da Saúde do Peru confirmar mais 191 mortes pela doença, alcançando um total de 19.408 óbitos pelo coronavírus. O país está entre os dez no mundo que mais perderam vidas para o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Há pouco mais de um mês, em 24 de junho, a América Latina confirmava 100 mil mortes pela Covid-19. Na mesma data, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que a região ainda não havia chegado ao pico da epidemia.

Dos dez países com mais mortes por Covid-19 no mundo, três estão na América Latina: Brasil, México e Peru.

Países com mais mortes por Covid-19 em 02/08

PAÍS MORTES
Estados Unidos 154.449
Brasil 93.622
México 47.472
Reino Unido 46.278
Índia 37.364
Itália 35.146
França 30.268
Espanha 28.445
Peru 19.408
Irã 16.982