Marcelo Moreno cita Fábio e Leo como referências no Cruzeiro e relembra coronavírus na China: ‘Vi gente caindo do nada’

Atacante deixou o continente asiático no começo deste ano para fazer sua terceira passagem pelo clube celeste

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

A pandemia do coronavírus fez com que a temporada de futebol no Brasil sofresse uma pausa por tempo indeterminado. Marcelo Moreno, que vive esta realidade no Cruzeiro, passou pela mesma situação na China, em janeiro deste ano, quando as primeiras vítimas do vírus começaram a aparecer. Em entrevista ao SporTV, ele comentou o drama do povo chinês.

“Eu estive na China. Tenho amigos que passaram por tudo desde o início, que me contaram coisas… Eu vivenciei algumas coisas tristes e meus amigos também. Vi gente com o vírus caindo do nada, e isso foi crescendo a cada dia, semana. Era muito difícil de acreditar no que aconteceu. Acho que eles tomaram a decisão da quarentena no momento certo. Tanto que estão tendo os resultados agora. Não há mais transmissão local na China. E acaba sendo um exemplo para o mundo, mostra como acatar as ordens do governo é importante”, disse o atacante.
Moreno defendeu a paralisação do futebol brasileiro em função da pandemia. “É uma situação difícil para todos, não só para o jogador