A Carangolense Fabrini Bevilaqua passa a integrar o quadro de árbitra assistente da FIFA em 2020

Fabrini agora faz parte do quadro da FIFA. (Foto: Divulgação)
A árbitra assistente Fabrini Bevilaqua Costa, diretora da Liga Pindamonhangabense Municipal de Futebol, passou a integrar o quadro da Federação Internacional de Futebol (FIFA). Fabrini, que é mineira, de Carangola, começou sua história no esporte em Pindamonhangaba, logo depois que chegou à cidade, quando ainda tinha 14 anos.
Ela começou jogando futsal e viu no arbitragem, uma carreira carreira promissora. Depois de trabalhar em jogos em Pindamonhangaba e outras competições regionais, tornou-se integrante do quadro da Federação Paulista de Futebol e, logo depois, da Confederação Brasileira de Futebol.
Após atuação em diversas competições de nível nacional, no final de setembro de 2019,  ela foi indicada pela Comissão de Arbitragem da CBF – em uma lista com outras três assistentes – para o quadro da FIFA em 2020.
Preparando para o que estava por vir. (Foto: Divulgação)
Após passar por avaliação do departamento de arbitragem da entidade máxima do futebol mundial, Fabrini teve seu nome confirmado em uma lista divulgada pela FIFA. Além dela, outros assistentes e árbitros passam a integrar o quadro a partir desta ano.
Fabrini fala sobre o que o feito significa para a sua carreira. “Esse escudo é o sonho de qualquer árbitro. A gente, desde o momento que inicia a carreira, batalha e visualiza o topo – qualquer pessoa que inicia uma carreira busca o topo – e a Fifa é o topo da arbitragem. Então, desde quando a gente começa, batalhamos e temos como referência “pessoas que são FIFA” e hoje ter a oportunidade de carregar esse escudo e representar essa entidade e o Brasil, é algo sensacional e tem um significado muito importante também, porque demonstra para mim e para as pessoas que vivem ao meu redor, que acompanham a minha trajetória, que quando a gente batalha, quando a gente consegue ser maior que os obstáculos, vencê-los, a gente tem resultado, nenhum suor é em vão”, comemora Fabrini Bevilaqua.
Fabrini atuando em Pindamonhangaba. (Foto: Luis Claudio Antunes/Portalr3)
Ela também fala sobre as responsabilidades para o futuro. “Estou muito feliz e muito ciente da responsabilidade, porque a partir de agora, eu posso ser referência para os demais, então eu tenho que estar sempre muito bem preparada em todos os pilares (físico, mental, social e técnico). Sei que será uma outra batalha a partir de agora”, comenta.
A árbitra assistente FIFA termina agradecendo a Deus pelas conquistas. “Foi Deus que me deu. Toda honra e toda glória a ele, porque existiam muitas outras pessoas com qualidade na disputa, mas foi um presente de Deus para mim, sem ele nada seria possível”, finaliza.
Fonte
https://www.portalr3.com.br/2020/01/fabrini-bevilaqua-passa-a-integrar-o-quadro-de-arbitra-assistente-da-fifa-em-2020/