Historiadores compreendem que o significado do nome Manhuaçu, na linguagem Tupi, significa ‘rio grande’ ou ‘lugar de muita água’.

 

Com o fim do ciclo do ouro na região, a maior riqueza do município tornou-se o café. A cidade é referência nacional no cultivo do grão e o tem como principal cultura aliado à sua economia. Atualmente, o município se consolida como polo econômico de prestação de serviços e oferece a melhor infraestrutura hoteleira para turismo da região Vertente do Caparaó.

Conforme o último censo do IBGE, a população do município é de 80.580 habitantes (em 2000, havia 67.123 pessoas), com território de 627,281 km². Distante 290 km da capital Belo Horizonte, a cidade possui altitude de 635 m e ponto culminante de 1730 m. O município está inserido na bacia do rio Doce, sendo banhado pelo rio Manhuaçu.

Além da sede, o município é composto pelos distritos de Dom Corrêa, São Sebastião do Sacramento, Vilanova, Realeza, Ponte do Silva, São Pedro do Avaí, Palmeiras do Manhuaçu e Santo Amaro de Minas, com as vilas de Palmeirinhas, Vila Formosa e Bom Jesus de Realeza.

A freguesia de Manhuaçu foi criada em 1875 e instituída em 1878, enquanto o município foi criado em 5 de novembro de 1877. Sua sede inicialmente foi em São Simão (hoje Simonésia) e transferida para a Vila de São Lourenço em 1881.

Após perder as eleições de modo considerado fraudulento, o Coronel Serafim Tibúrcio e seu companheiro Coronel Antônio de Miranda Sette pegaram em armas, em 1896, proclamando a República de Manhuaçu, inclusive emitindo títulos de crédito em nome da Fábrica de Pilação de Café e nomeando autoridades. Com o apoio das forças federais, o levante foi derrubado e os revoltosos fugiram pelo vale do Manhuaçu, fundando pequenos povoados como Alegria de Simonésia e até alguns no Estado do Espírito Santo.

Manhuassu teve sua grafia alterada para Manhuaçu, pela nº 336, de 27 de Dezembro de 1948.

O IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano do Município) é 0,689 – situando-se na faixa ‘médio’ (limite até 0,699). No município, a esperança de vida ao nascer cresceu 2,0 anos na última década, passando para 75,4 anos, em 2010.

O Índice de Gini, que apresenta o nível de desigualdade social, demonstra redução nos últimos anos, passando de 0,57, em 1991, para 0,50, em 2010. (quanto mais próximo de zero, menos desigual é a sociedade).

Conforme último levantamento realizado, das pessoas ocupadas na faixa etária de 18 anos ou mais do município, 27,51% trabalhavam no setor agropecuário, 0,05% na indústria extrativa, 8,56% na indústria de transformação, 6,51% no setor de construção, 1,01% nos setores de utilidade pública, 17,35% no comércio e 35% no setor de serviços.

(Com/ informações de Wikipedia e IBGE)

Flickr Album Gallery Powered By: Weblizar
# Compartilhe...FacebookTwitterGoogle+LinkedInPinterestEmail