A festa começou! O primeiro centenário de Nossa Senhora Aparecida é celebrado nesta terça-feira, dia 10, fazendo memória aos três pescadores e todos os devotos falecidos, que contribuíram para difundir a devoção a Mãe Aparecida.

 

A Santa Missa das 9h, em torno do Altar Central, foi presidida pelo legado pontifício o Cardeal italiano Giovanni Battista Re e a homilia foi proferia pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, que refletiu o tema ‘Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe do Belo Amor’.

Em entrevista ao portal A12, o Arcebispo ressaltou que é um dever de todos os devotos da Mãe Aparecida fazer memória aos grandes benfeitores, grandes testemunhas de fé.

“O tema da missa hoje é ‘Nossa Senhora Mãe do Belo Amor’ e exatamente o belo amor é esse, a gente fazer a memória de nossos irmãos e irmãs que foram os grandes benfeitores, os grandes construtores e construtoras deste Santuário, e que hoje já participam do Santuário eterno da glória de Deus. É um ato de justiça da nossa parte fazer, memória de todas essas grandes testemunhas da fé e sermos agradecidos.”

Dom Orlando lembrou também, o padre Vitor Coelho de Almeida, que tanto trabalhou para levar o nome de Nossa Senhora Aparecida por todo o Brasil. “Pedimos a Nossa Senhora, que o quanto antes, padre Vitor Coelho de Almeida o maior benfeitor deste Santuário, o mestre da fé e aquele que mais atraiu o Brasil para Nossa Senhora Aparecida, que ele mereça a honra dos altares, com a beatificação que tanto esperamos”, frizou o Arcebispo.

No final da celebração, o representante do Papa Francisco deixou uma mensagem, enfatizando que Nossa Senhora é o caminho para chegar a Deus.

“Nas historinhas de São Francisco se tem essa história: Havia duas escadas que saiam da terra e tocavam o céu. Uma escada é da cor vermelha e no topo da escada estava Jesus com o seu coração transpassado, os frades Franciscanos queriam subir por está escada, mas era uma escada muito dura, muito difícil de subir, eles não conseguiam subir. A segunda escada era branca, e no topo da escada estava Nossa Senhora, e São Francisco convidou os freis para tentarem subir por aquela escada, a escada branca e eles assim conseguiram, porque Nossa Senhora pegava os freis e os ajudava a subir e levava-os até Jesus”, o cardeal encerrou a mensagem afirmando:

“Essa história explica uma verdade teologicamente comprovada, em que o caminho mais fácil para chegar a Deus, até Jesus, é passando por Nossa Senhora. O filho de Deus escolheu esse caminho para chegar a nós, escolheu Nossa Senhora para chegar a nós, dá mesma forma nós, não podemos escolher outro caminho para chegar a Ele, senão passando por Nossa Senhora”, concluiu.

 

Missa_Memoria_-_1010201

 

A programação desse primeiro dia de celebrações pelos 300 anos da Padroeira do Brasil segue com missa, oração do Terço Jubilar, celebração do Jubileu das Crianças, Vigília Mariana e a noite, o primeiro show do Festival da Padroeira, com a presença de diversos padres cantores. Acompanhe toda a programação e participe.

 

Jubileu das Crianças

As crianças são convidadas a participar das comemorações dos 300 anos do encontro de Nossa Senhora Aparecida. Um momento especial foi preparado para os pequenos devotos da Mãe Aparecida.

Às 15h, as crianças devem se reunir em torno do Altar de Nossa Senhora Aparecida.

# Compartilhe...FacebookTwitterGoogle+LinkedInPinterestEmail