Os atletas do Projeto TEAR – Tiro Esportivo Adaptado de Rendimento participaram da 43ª Edição do Campeonato Centro-Brasileiro de Tiro Esportivo (CENBra), realizado neste último fim de semana (03 À 05 de Agosto), no Centro Olímpico, no Rio de Janeiro, representando o Estado de Minas Gerais na Competição.

O atleta Alessandro Trevizano, de Ponte Nova, marcou 246,06 pontos de 250 possíveis na modalidade WRABF Spring, quebrando o Recorde Nacional, ainda, subiu ao pódium duas vezes, faturando 1º Lugar na Modalidade Spring e 3º Lugar na Modalidade LV. A Equipe Mineira quebrou ainda recordes por Federação na modalidade.

Uma das atletas mais jovens do Projeto: Brenda Pereira (13 anos), de Manhuaçu/MG, quebrou o Recorde Brasileiro de sua Categoria (Juvenil Feminino), marcando 294 pontos de 300 possíveis. As provas são de precisão e são utilizadas armas de Ar Comprimido, com distâncias que variam de 10 a 25 metros, e exigem do atleta disciplina, treinamento e capacidade de controle do corpo.

Segundo Brenda Pereira, a prova foi muito difícil e cansativa, mas o resultado do esforço valeu a pena. A jovem alia seus treinamentos em um espaço improvisado em um galpão de sua casa, na zona rural de Sacramento, em Manhuaçu/MG, com a escola e os afazeres domésticos, sempre auxiliada e incentivada pelos seus pais, que também são atiradores.

No mesmo campeonato, Elizângela Pereira, mãe de Brenda, conquistou o Bronze na Categoria Dama.

CAMPEONATO MINEIRO

Concomitante com o CENBra, foi realizada a 7ª Etapa do Campeonato Mineiro de Tiro Esportivo, com prova em Manhuaçu/MG.

Mais uma vez os atletas do Projeto TEAR se destacaram. O Paratleta Augusto Feitosa conquistou o Bronze, na Categoria B; Brenda Pereira o Ouro e sua Mãe Elizângela a Prata, na Carabina Mira Aberta de Ar Feminino; Alessandro Trevizano dois ouros e uma prata no WRABF.

A participação de atletas do Projeto TEAR nas diversas competições a nível nacional eleva o nome do Estado de Minas Gerais e garante a formação de novos atletas de rendimento no Estado.

O Projeto é desenvolvido pelo Clube de Tiro Guardiões do Caparaó, com o apoio das Prefeituras Municipais de Manhuaçu e Caratinga, Banco Sicoob Credlivre, Federação Mineira de Tiro Esportivo e da Imprensa, e atende atletas das cidades de Manhuaçu, Durandé, Santa Margarida, Ponte Nova, Tombos, Porciúncula/RJ, Caratinga, Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo.

O próximo passo do projeto é criar um polo de atendimento de atletas em Ipatinga/MG, potencializando a formação de novos atletas e oportunizando aos atletas do Vale do Aço a participação ativa no esporte.

pp

# Compartilhe...FacebookTwitterGoogle+LinkedInPinterestEmail